Não vou entrar no mérito desse caso de horror mas só manifestar-me a respeito da estranheza desse caso.

 

        Se a filha agora tem 42 anos, quando ela sumiu tinha 18. Ninguém questionou este desaparecimento? Será que ela não tinha mãe ou irmãos? Aos parentes e vizinhos até pode ter sido inventada uma boa história, mas e quanto aos mais próximos? É possível que ela não tivesse mãe ou irmãos, mas, para mim, a dúvida ainda permanece.

 

 

        Há também que se considerar a logística. Quem fazia o supermercado ou a preparação da comida? Alguma coisa tinha que ser feita para alimentar 8 bocas. Supondo-se que o pai morasse sozinho, não causaria em ninguém alguma estranheza o volume de compras?

 

        Não dá para esquecer que todo o episódio durou quase ¼ de século.

 

        Todos os partos dela eram feitos sozinhos, como de índias? Alguém precisava cortar o cordão umbilical e se o pai fazia isso, significava que na hora do parto ele estava lá. Mas, parto não tem data, nem hora marcados.

 

        Crianças ficam doentes com muita freqüência e como os filhos-netos não tinham acesso a médicos, hospitais etc.? Uma das crianças veio a morrer por falta de assistência médica, mas, só uma criança ficou doente?

 

        Há também a questão das roupas. Considerando, numa absurda hipótese, que vivessem despidos, no inverno teriam que estar agasalhados, ou será que o austríaco instalou um sistema de calefação tão poderoso que mesmo no mais rigoroso inverno não precisavam de agasalho? Ocorre que recém nascido necessita estar vestido porque o corpo deles não produz calor. Assim, roupas também precisavam ser compradas. Tudo isto o monstro austríaco, providenciava sozinho?

 

        Andei pensando também que era impossível vizinhos não suspeitarem de nada. Mas, vendo como as casas do meu bairro parecem bunkers, até achei que seria viável as coisas acontecerem dentro de casa e ninguém ver nada.

 

        A relação das coisas inexplicadas não se esgota aqui, mas por que será que ninguém fala nada sobre isto?

                .

Anúncios